sábado, 17 de janeiro de 2015

Dica legal: Livros que iluminam – FEBTV

livrosluzFEBTV

Programa Livros que Iluminam / 1ª temporada...

Confira os episódios:

1ª temporada - Episódio 1
Livros que Iluminam - O Evangelho Segundo o Espiritismo
https://www.youtube.com/watch?v=0mh5RPW6kGI

1ª temporada - Episódio 2
Livros que Iluminam - A Complexidade Mediúnica
https://www.youtube.com/watch?v=9ThbNYFBkDY

1ª temporada - Episódio 3
Livros que Iluminam - A História do Espiritualismo
https://www.youtube.com/watch?v=BrNhPGAx4o4

Vídeo: E o preconceito?

Deixar o preconceito de lado, não julgar... Que possamos fazer desse, um hábito diário em nossas vidas. Assista o vídeo AQUI.

Estudo dirigido: O Evangelho segundo o Espiritismo

--------------------------------------------------------------------------
EESE– Cap. VIII – Itens 5 a 7
Tema:   Pecado por pensamentos - Adultério
---------------------------------------------------------------------------
A - Texto de Apoio:
Pecado por pensamentos. - Adultério
5. Aprendestes que foi dito aos antigos: "Não cometereis adultério. Eu, porém, vos digo que aquele que houver olhado uma mulher, com mau desejo para com ela, já em seu coração cometeu adultério com ela." (S. Mateus, cap. V, vv.27 e 28.)
6. A palavra adultério não deve absolutamente ser entendida aqui no sentido exclusivo da acepção que lhe é própria, porém, num sentido mais geral. Muitas vezes Jesus a empregou por extensão, para designar o mal, o pecado, todo e qualquer pensamento mau, como, por exemplo, nesta passagem: "Porquanto se alguém se envergonhar de mim e das minhas palavras, dentre esta raça adúltera e pecadora, o Filho do Homem também se envergonhará dele, quando vier acompanhado dos santos anjos, na glória de seu Pai." (S. MARCOS, cap. VIII, v. 38.)
A verdadeira pureza não está somente nos atos; está também no pensamento, porquanto aquele que tem puro o coração, nem sequer pensa no mal. Foi o que Jesus quis dizer: ele condena o pecado, mesmo em pensamento, porque é sinal de impureza.
7. Esse princípio suscita naturalmente a seguinte questão: Sofrem-se as consequências de um pensamento mau, embora nenhum efeito produza?
Cumpre se faça aqui uma importante distinção. À medida que avança na vida espiritual, a alma que enveredou pelo mau caminho se esclarece e despoja pouco a pouco de suas imperfeições, conforme a maior ou menor boa-vontade que demonstre, em virtude do seu livre-arbítrio. Todo pensamento mau resulta, pois, da imperfeição da alma; mas, de acordo com o desejo que alimenta de depurar-se, mesmo esse mau pensamento se lhe torna uma ocasião de adiantar-se, porque ela o repele com energia. É indício de esforço por apagar uma mancha. Não cederá, se se apresentar oportunidade de satisfazer a um mau desejo. Depois que haja resistido, sentir-se-á mais forte e contente com a sua vitória.
Aquela que, ao contrário, não tomou boas resoluções, procura ocasião de praticar o mau ato e, se não o leva a efeito, não é por virtude da sua vontade, mas por falta de ensejo. E, pois, tão culpada quanto o seria se o cometesse.
Em resumo, naquele que nem sequer concebe a ideia do mal, já há progresso realizado; naquele a quem essa ideia acode, mas que a repele, há progresso em vias de realizar-se; naquele, finalmente, que pensa no mal e nesse pensamento se compraz, o mal ainda existe na plenitude da sua força. Num, o trabalho está feito; no outro, está por fazer-se. Deus, que é justo, leva em conta todas essas gradações na responsabilidade dos atos e dos pensamentos do homem.
B - Questões para estudo e diálogo virtual:
1 – Qual o significado da palavra adultério nessa passagem?
2 – Sofrem-se as consequências de um pensamento mau, embora nenhum efeito produza?
3 – Extraia do texto acima a frase ou parágrafo que mais gostou e justifique.












FEB – Jovem que se conhecer

JOVEM QUE SE CONHECE - Estuda suas próprias imperfeições e se esforça todos os dias para combatê-las. Com o tempo torna-se o melhor amigo, o melhor estudante, o melhor atleta, o melhor profissional que sua condição de vida permite. Faz o melhor que é capaz e obtêm a felicidade como troféu.

sexta-feira, 16 de janeiro de 2015

Esclarecimentos Oportunos 010 - Assombração

06/01/2014 - Estudo Doutrinário

O que são as assombrações? Qual o propósito dos espíritos que resolvem chamar a atenção ou que por algum motivo se apresentam de forma extravagante para assustar as pessoas?

http://www.kardec.tv/video/esclarecimentos-oportunos/497/esclarecimentos-oportunos-010-assombracao

http://mfi.re/listen/m4jc8yjyv2b82vg/EO010_Assombracao_06012014.mp3

E, aí! Já leu?!

 

Paulo-e-estevao-para-jovens-leitores__g282483Título: Paulo e Estevão para jovens leitores

Autor: Adeilson Salles

Sinopse: “[…] a borracha do tempo nunca conseguiu apagar o que ficou escrito no coração das pessoas que tomaram conhecimento desses fatos.”

Originalmente contada pela parceria Emmanuel-Chico Xavier, a história de Paulo e Estêvão ganha releitura para o público jovem pelas palavras de Adeilson Salles, conhecido autor de livros infantis e infantojuvenis. Trabalhada de forma suave e moderna, repleta de ilustrações, a obra apresenta uma narrativa de fé e amor, além de uma missão espiritual que modificou o mundo.

quinta-feira, 15 de janeiro de 2015

Qual sua opinião?!

As religiões vão desaparecer no futuro?

A matéria de suporte à indagação está aqui: http://www.bbc.co.uk/portuguese/noticias/2014/12/141230_vert_fut_religiao_futuro_ml.shtml

Você sabia?!

Você sabia...

Não existem penas e dores eternas.

Os Espíritos que praticaram atos prejudiciais podem se redimirem, corrigindo seus erros e escolhendo novos caminhos que os levem ao progresso evolutivo.

FEB - Jovem que perdoa

JOVEM QUE PERDOA – a exemplo de Jesus, perdoa e esquece as ofensas e só dos benefícios se lembra, por saber que perdoado lhe será conforme houver perdoado. Não carrega peso na lembrança. Perdoa os outros e a si mesmo. Segue seu caminho em paz e se torna muito mais eficiente na vida, pois não possui amarras nem pesos que o impeçam de voar.

terça-feira, 13 de janeiro de 2015

Qual sua opinião?!

Em 2006, o jornal a Folha de S.P, publicou matéria cujo título era assim:

75% dos brasileiros admitem que seriam capazes de cometer irregularidades em cargos públicos

Queremos saber qual sua opinião sobre o assunto e se ainda é válida tal assertiva.

Aguardamos vcs!

Beijos e abraços,

A matéria completa está aqui:

http://www1.folha.uol.com.br/folha/dimenstein/cbn/capital_290306.htm

Sobre a pesquisa feita, Rosely Sayão, fez o seguinte texto: ‘Que cidadania é essa?’

http://www.cvdee.org.br/evangelize/pdf/1_0661.pdf

segunda-feira, 12 de janeiro de 2015

Seminário sobre Depressão em Rio Preto/São Paulo

Será realizado no dia 17 de janeiro de 2015, a partir das 20h no Centro Espírita Francisco Cândido Xavier em Rio Preto/SP, o Seminário "Depressão, o que fazer?"
O facilitador será Breno Ortiz Tavares Costa, Juiz Federal do Trabalho, palestrante e autor do livro homônimo. O evento faz parte das comemorações do aniversário de 27 anos da instituição.
O Centro Espírita Francisco Cândido Xavier fica na Avenida Theodoro de Oliveira, 2195 - Bairro Solo Sagrado. Mais informações podem ser obtidas através do site
www.chicoxavierriopreto.com.br.

Restaurante não cobra conta de pobres e fatura US$ 2 milhões

Restaurante não cobra conta de pobres e fatura US$ 2 milhões

Dignidade é uma fantasia muito distante para os famintos.
Por isso um empresário iluminado teve a feliz ideia de abrir um restaurante que não cobra a conta das pessoas que não podem pagar.
Solidariedade atrai solidariedade e hoje a casa recebe US$ 2 milhões em donativos por ano.
O restaurante chama-se Masbia Soup Kitchen Network e fica em Nova York, EUA.
No primeiro dia, do primeiro restaurante, em 2005, ele serviu apenas 8 refeições.
Meses depois eram 100 pratos servidos.
Hoje, 9 anos depois, a boa iniciativa virou uma grande ideia.
O restaurante, que não cobra conta, já atende de 500 a 1.000 pessoas por dia, e cresceu: a marca está em 3 endereços diferentes de NY.
Diferença
É um restaurante aparentemente igual aos outros, com mesas, cadeiras, cortinas, lustres... as únicas diferenças são que as pessoas que comem com copos, talheres e pratos de plástico.
A comida é a mais fresca e natural possível.
Eles servem uma carne, ou frango, legumes, e uma sopinha quentinha, que os clientes parecem adorar, no vídeo abaixo.
Alexander Rapaport, co-fundador dos chamados "restaurants without the cash register” - traduzindo: "restaurantes sem caixa registradora”, pretende criar um calor nos seus centros, que ajuda os necessitados além da comida.
E não são apenas sem-teto. Qualquer pessoas que esteja sem dinheiro, por algum motivo, também pode ir lá pra receber seu prato de comida gratis.
Doações
A ideia é tão bem vinda na cidade que, além dos milhões de dólares que recebe por ano em doações, o restaurante conta com a simpatia e a ajuda de vários voluntários, com centenas de horas de trabalho doadas a quem necessita.
O Masbia faz as pessoas mais pobres se sentirem respeitadas, dignas.
Elas saem de lá com estômago cheio e um sorriso no rosto.
Veja a história e como tudo funciona na reportagem abaixo (em inglês):


Com informações do GoodNet.
Matéria sugerida por Karen Gekker

Notícia publicada no Portal Só Notícia Boa, em 27 de janeiro de 2014.

Claudio Conti* comenta
A reportagem em análise é extremamente importante por servir de instrumento de aprendizado para o movimento espírita no que se denomina de “caridade”, além de demonstrar que a “salvação” não reside no meio espírita, mas na caridade em si.
Desta forma, salientamos, primeiramente, que o idealizador do programa de fornecimento de refeições, segundo apresentado no vídeo da reportagem, se veste como judeu. Assim, fica demonstrado o ensinamento que se encontra n’O Evangelho Segundo o Espiritismo (Cap. VX) que diz: “Fora da caridade não há salvação”. Temos, portanto, que o importante é o que move o indivíduo no exercício de auxílio ao próximo.
Desta forma, consideremos duas pessoas, uma materialista, mas que pratica a caridade no real significado da palavra, e um religioso, mas que suas práticas de auxílio são movidas por interesses pessoais, mesmo que seja a busca da “salvação”. Tem-se que, baseado no ensinamento apresentado no parágrafo anterior, que o materialista estaria em melhores condições do que o religioso. Isso não representa nada mais nem nada menos do que a Parábola do Bom Samaritano.
Isto nos remete à uma grave questão: as práticas assistencialistas em muitas casas espíritas.
Precisamos urgentemente nos questionar se o uso das cadernetas de frequência, onde é registrado a presença em palestras espíritas, vinculadas ao recebimento do auxílio é realmente uma expressão de caridade conforme apregoado n’O Evangelho Segundo o Espiritismo.
Será que estamos realmente falando em caridade quando submetemos aqueles que necessitam de algum tipo de auxílio, mesmo os tão básicos quanto alimentos, a adesão a uma crença que não necessariamente seja aquela que professam? Muitas vezes se veem forçados a conduzir seus filhos aos conceitos espíritas para que recebam apoio escolar, por exemplo.
A caridade em sua expressão maior não deve requerer qualquer tipo de retorno. A partir do momento em que algo é dado ou feito em troca, não podemos mais considerar que seja caridade. No caso em questão, podemos estar ferindo uma essência básica do indivíduo: o seu direito à crença que professa; estaríamos violando este direito ao submetê-los à nossa vontade de convertê-los, utilizando, para isso, suas carências.
Para a nossa reflexão, termino este comentário com a seguinte colocação encontrada n’O Evangelho Segundo o Espiritismo, Cap.XIII – Não Saiba a Vossa Mão Esquerda o que Dê a Vossa Mão Direita, item 3:
“A beneficência praticada sem ostentação tem duplo mérito. Além de ser caridade material, é caridade moral, visto que resguarda a suscetibilidade do beneficiado, faz-lhe aceitar o benefício, sem que seu amor-próprio se ressinta e salvaguardando-lhe a dignidade de homem, porquanto aceitar um serviço é coisa bem diversa de receber uma esmola. Ora, converter em esmola o serviço, pela maneira de prestá-lo, é humilhar o que o recebe, e, em humilhar a outrem, há sempre orgulho e maldade. A verdadeira caridade, ao contrário, é delicada e engenhosa no dissimular o benefício, no evitar até as simples aparências capazes de melindrar, dado que todo atrito moral aumenta o sofrimento que se origina da necessidade.”

* Claudio Conti é graduado em Química, mestre e doutor em Engenharia Nuclear e integra o quadro de profissionais do Instituto de Radioproteção e Dosimetria - CNEN. Na área espírita, participa como instrutor em cursos sobre as obras básicas, mediunidade e correlação entre ciência e Espiritismo, é conferencista em palestras e seminários, além de ser médium pscógrafo e psicifônico (principalmente). Detalhes no site www.ccconti.com.

domingo, 11 de janeiro de 2015

Música Espírita no Rio de Janeiro

Acontecerá no dia 24 de janeiro de 2015, a partir das 18h no Colégio Odete São Paio em São Gonçalo/RJ, o show de lançamento do EP "Promessas" da banda Ave Cristo.
O trabalho busca levar a mensagem cristã aos jovens através de um som forte e inovador. No dia do evento, o ingresso será trocado pelo próprio EP.
O Colégio Odete São Paio fica na Rua Dirceu Valente, 54 - Columbadê, São Gonçalo/RJ. Mais informações no site
http://odetesaopaio.edt.com.br ou pelos telefones (21) 97189-5178 e 96955-1437.

Valorização da Vida - A Prevenção ao Suicídio - André Trigueiro

https://www.youtube.com/watch?v=DVYnh4_QQBk

Ecologia na Obra de Chico Xavier - André Trigueiro

https://www.youtube.com/watch?v=EfMDu3GsUgY